Descasque mais, desembale menos

Trocar o fast-food pela alimentação saudável previne doenças

O ideal é optar por uma dieta natural, rica em produtos orgânicos, como frutas, verduras e oleaginosas, deixando de lado os alimentos superprocessados

Com a correria da vida moderna, a indústria alimentícia aumenta desenfreadamente a oferta de comidas prontas, em que os únicos trabalhos do consumidor são: desembalar, esquentar e comer. O problema dessa facilidade toda é que esse tipo de dieta é rico em conservantes e os alimentos são extremamente processados. 

 

Não é à toa que vemos, hoje, o surgimento de uma série de doenças autoimunes, cardiovasculares e neurodegenerativas. Além da onda de diabetes, hipertensão e câncer. Essas doenças têm acometido pessoas cada vez mais novas e de forma mais agressiva, graças a má alimentação da vida moderna. 

 

É possível dizer que a comida que você ingere pode ser o seu remédio ou o seu veneno. E que optar por uma dieta natural, rica em produtos orgânicos, como frutas, verduras e oleaginosas, é a melhor opção para prevenir quaisquer doenças. Ou seja, descascar é mais saudável que desembalar.

 

Algumas pessoas optam pela alimentação mais barata composta por embutidos e enlatados, refrigerantes ou sucos de caixa, pelo baixo custo e rapidez para o consumo. Enquanto os orgânicos, entre frutas e verduras, são relativamente mais caros e esbarram no problema do tempo que se gasta para cozê-los.

 

Porém, é necessário compreender que o preço que se paga pela praticidade de desembrulhar e pelo hábito de se alimentar de comidas industrializadas é, às vezes, alto demais. Algumas pessoas pagam por essa facilidade com a própria vida, ao serem acometidas por doenças que não têm solução. Por isso, descasque mais e desembale menos.

Coment√°rios